RETIRO



E Jesus soprou sobre eles e disse: " Recebei o Espírito Santo"

           Também sobre nós, que estivemos mais uma vez reunidos nas instalações da CONFICH para participar neste retiro, Jesus enviou o Espirito Santo.Todos sentimos a sua permanente presença, ou não coincidisse esse fim-de-semana com o domingo de Pentecostes...A sua Luz  foi uma chama que nos iluminou ao longo de todo o retiro, particularmente no Dever de Sentar e nas reuniões de Equipas Mistas.E de uma maneira muito especial inspirou o Sr. Padre Mário Luis para orientar este fim-de-semana de oração.Como em todos os retiros alimentamo-nos espiritualmente com  tempos fortes de oração ( Laudes, Celebrações Eucarísticas e Via Lucis), de momentos  de acolhimento da mensagem evangelizadora proferida pelo P.Mário (3 encontros) e de tempos de convívio e amizade entre os casais presentes, para além dos referidos tempos do dever de sentar e de realização de equipas mistas.

No 1º encontro – a Paz de cristo na vida dos Cristãos- o Padre Mário salientou que o primeiro dom que Deus nos deu é o DOM DA PAZ (beber do dom da Paz é ir à fonte, beber da Vida Nova) e lançou um desafio: como os apóstolos coloquemo-nos junto a Cristo para que Dele recebamos a PAZ que Jesus dá aos seus amigos/que cada um de nós se sinta amigo de Jesus.

Por onde anda a Paz de Cristo na nossa vida de casal? Qual a Paz que temos transmitido como casal? Como casal, os outros têm recebido a Paz que Cristo nos deixou?Foram as questões que serviram de estímulo para o dever de sentar a que se associou o repto de partilhar em casal a presença do Espírito Santo em cada um. Claro que com estas “provocações” o dever de sentar teria de ser rico.

No 2º Encontro – A Reconciliação - (2º Dom da Ressurreição,porque o 1º é a Paz) foi enaltecido a sua importância classificando-a como o dom Pascal,o dom do Perdão ,o dom da Cura ( e curar é mudar de vida, é RESSUSCITAR); todos os encontros com Jesus são momentos de reconciliação –encontro de uma Vida Nova.

O 3º Encontro foi dedicado a - Os dons e frutos do Espírito Santo na caminhada quotidiana e nos desafios actuais. Estes frutos (Caridade,Alegria,Paz,Paciência,Benignidade, Bondade, Fidelidade,Mansidão e Temperança) enunciados na carta de Paulo aos Gálatas, permitem-nos fazer a caminhada dos desafios da Fé. A rotina da vida em casal torna-a cansada,destroia-a; falta-lhe o vigor dos dons do Espírito Santo. Temos os dons, temos os frutos: podemos ter uma vida espiritual em permanente conversão. Como dizia o Padre Mário tenhamos a humildade e a simplicidade de alojar o Espírito Santo na nossa vida; em casal, todos os meses, ponhamos em prática um dos frutos do Espírito Santo e assim seremos candeias acessas de Cristo.

Nas Equipas Mistas reflectimos sobre o que nos encanta na vida com o Espírito Santo e o modo como temos vivido o Dom da Reconciliação. Foi-nos também sugerido que cada equipa fizesse uma pergunta sobre o dom da Reconciliação que foram posteriormente dissecadas durante o forum ,no Domingo

Após a Eucarístia de Domingo tivemos o almoço; oportunidade para mais um tempo de convívio enquanto saboriávamos mais uma das boas refeições com que as amáveis irmãs nos “alimentaram o corpo”...

Como nota final gostaríamos de realçar o imenso prazer (e orgulho) de celebrarmos no dia 22, juntamente com todos aqueles amigos, os 25 anos da formação da nossa equipa –Nova Oeiras 2.

Ao Senhor Padre Mário Luis e aos casais dos Sectores de Cascais D e Oeiras A que nos prepararam este óptimo retiro, muito obrigado. Estiveram impecáveis!

 

 

Rita e Joaquim (NO2)

 



Documentos associados
Descarregar imagens
Publicado em quinta-feira, 27 de Maio de 2010
 
SUPRA-REGIÃO »
Sector Oeiras A